Como Investir? Liberte o Seu Dinheiro

Muitas pessoas estão interessadas em saber como investir? Mas o mundo financeiro vai muito além dessa resposta.

Na maioria das vezes, a mente das pessoas está repleta de informações conturbadas, o que atrapalha muito a desenvoltura nos investimentos.

Neste guia, você entenderá completamente e de forma muito simples o que é preciso para investir dinheiro da “maneira certa”.

Vale ressaltar que a enfase em “maneira certa” está devido ao fato de que, cada pessoa acaba buscando afinidades diferentes.

Cada indivíduo segue rumos diferentes, e isso pode ser o motivo do seu fracasso nos investimentos.

Essa vontade insaciável de querer replicar investimentos de outras pessoas. Analise o mercado e invista por você mesmo.

Agora vamos para o que interessa, como aprender a investir?

Entenda o mercado financeiro

Como investir-Mercado financeiro
Como investir-Mercado financeiro

O primeiro passo importante no mundo dos investimentos é entender o mercado financeiro.

Mas calma, eu não estou dizendo que você precisa fazer uma faculdade inteira voltada para esse assunto, muito menos que precise entender tudo a fundo.

(Mas claro que, quanto mais informações você tiver, melhor vai ser).

Meu foco aqui, é te passar a mensagem de que é importante você ter a noção que fora do seu panorama de investimentos, existem coisas mais rentáveis.

E que essas coisas precisam ser analisadas e comparadas, para a seguinte pergunta ser feita:

Posso fazer meu dinheiro render mais?

Tire da sua mente a ideia que um emprego fixo é a sua única fonte de renda, faça o dinheiro ser o seu empregado.

E dê cada vez mais tarefas para ele, como a de te levar para uma viagem no final do ano.

Ou investir em um negócio próprio.

Mas o principal é saber que, existem investimentos mais rentáveis e você precisa entender eles antes de investir seu dinheiro.

Extraia até o último centavo do seu dinheiro, não a sua última gota de suor.

Antes de entender como investir, tenho uma lista de coisas que são importantes:

  1. Estude sobre renda fixa;
  2. Estude Taxa Selic (já que ela serve de referência para muitos ativos);
  3. Estude CDI;
  4. Estude inflação (já que seu investimento pode estar te dando prejuízo);
  5. Estude renda variável;
  6. Saiba seu perfil do investidor.

Particularmente, te aconselho começar com a renda fixa, e aplicando em vários ativos.

Conforme for entendendo e se sentindo apto, com o tempo, adicione mais emoção.

Entenda o ativo financeiro

Ativos financeiros
Ativos financeiros

Existem duas grandes frentes, que você precisa estar ciente antes de saber como investir.

Tendo esse pilar, será melhor de direcionar seu foco e jornada de investimentos.

  1. Renda fixa

A renda fixa diz respeito a todos os investimentos que possuem uma taxa indexada.

Ou seja, você aplica o dinheiro já sabendo qual vai ser a rentabilidade do montante.

Vou citar um exemplo para ficar mais claro:

Você investe R$1.000 em um LCI que paga 100% do CDI. (Vamos supor que, o CDI é 6% ao ano).

Nesse exemplo, o LCI também rende 6% ao ano, já que ele rende 100% do indexador (CDI).

Desse jeito, aplicando R$1.000, ao final desse ano, o indivíduo terá R$1.060.

O aprendizado que precisamos tirar é que há uma forma de mensuração, uma projeção quase concreta do quanto vamos sacar.

Quase porque as taxas de juros podem ter pequenas variações.

Ativos mais comuns na renda fixa

Existem diversas outras opções, mas essas são umas das mais queridas.

  1. Renda variável

Já na renda variável as coisas mudam, aqui não é possível ter a precisão do quanto o investimento irá render.

E esse é o diferencial deste tipo de investimento. Se não se sabe quanto ele vai render, isso mostra que os riscos são maiores.

Na renda variável também existem vários ativos, mas vamos exemplificar com as ações.

Digamos que você compre uma ação “A”, não tem uma maneira precisa de saber que ao final de 1 ano, ela irá ter dado lucro.

É possível criar projeções, análises, mas a certeza mesmo, só no final do período.

Isso que torna a renda variável tão emocionante, por mais que um ativo seja bom, tenha bom histórico, você só saberá a rentabilidade na hora que vender e realizar seu lucro (ou prejuízo).

Nesse cenário, o indivíduo pode ter prejuízo, mas também pode ter bons retornos. Se você acha que pode correr risco com a intenção de ganhar muito mais dinheiro, estude o mercado e boas negociações.

Ativos mais comuns na renda variável

  • Ações;
  • Fundos de investimentos;
  • Fundos imobiliários.

E também existem outros bem mais recentes, como é o exemplo do Bitcoin e criptomoedas em geral.

Entenda as ferramentas financeiras que vai usar

Ferramentas financeiras
Ferramentas financeiras

Depois que você já estiver por dentro dos ativos que quer investir, é hora de analisar as ferramentas que vai usar para saber como investir de forma consciente.

É importante conhecer essas funcionalidades para evitar ao máximo algum erro de operação, que possa resultar em prejuízo ou transtorno.

Por exemplo, se a sua escolha for investir em ações, digamos que irá usar uma corretora.

Então crie a conta na mesma, e descubra para quê serve cada coisa, pesquise, veja tutoriais, o importante é que você tenha o maior número de informações possíveis.

Provavelmente, quando sair da teoria para prática, ainda haverão coisas novas, mas você já estará mais apto para resolver.

Caso não tenha ainda, é aconselhado também, que crie uma conta em um banco digital, como o Banco Inter por exemplo.

Veja as funções dele, e caso não saiba fazer transferências bancárias, busque aprender o mais rápido possível.

Porque não teria como investir por corretora sem transferir o valor.

Como investir dinheiro?

Tendo tudo citado anteriormente, é a hora de investir, tenha sempre em mente que as aplicações feitas em um determinado momento podem ficar ruins.

Dessa forma, você terá que buscar outras, estude sempre mais e mais o mercado. Não ache que apenas um investimento é o bastante.

Vá progredindo e se permitindo correr risco com o tempo, para ter ao menos a chance de ganhar muito dinheiro.

Resumo de como investir:

Como citado anteriormente, antes de sair colocando seu dinheiro em investimentos ruins, tire um tempo e:

  1. Estude sobre renda fixa;
  2. Estude Taxa Selic (já que ela serve de referência para muitos ativos);
  3. Estude CDI;
  4. Estude inflação (já que seu investimento pode estar te dando prejuízo);
  5. Estude renda variável;
  6. Saiba seu perfil do investidor.

Se você tem mais alguma dica de como investir, comenta logo abaixo.

One Response

  1. JOAO PAULO

Comente e diga o que achou!