Quem dá Mais Dinheiro: Bitcoin ou Ações?

Quem já está mais adaptado aos produtos financeiros presentes no mercado, provavelmente já deve ter se feito esta pergunta:

Quem dá mais dinheiro, Bitcoin ou Ações?

E agora você terá sua dúvida sanada neste artigo. Vale lembrar que ambos são investimentos de renda variável, mas são muito diferentes.

Como o Bitcoin funciona?

O Bitcoin é uma criptomoeda, ou seja, resumidamente falando, são emaranhados de códigos, mas acredite, códigos valiosos.

Desde que o Bitcoin foi criado, no ano de 2008, o seu preço sofreu variações astronômicas.

Ou seja houve uma valorização muuuuiiiiiittooooo alta.

Para você ter uma ideia, um Bitcoin não valia nenhum centavo (literalmente), mas em 2017 chegou a valer R$64 mil reais.

Isso representam incríveis mais de 800.000%, é absurdamente surpreendente, mas é real.

Leia nosso artigo que explica de forma simplificada como investir em Bitcoin passo a passo.

Do meu ponto de vista, vale a pena ter em sua carteira de investimentos, porém, estude o mercado, analise os seus princípios para que não seja surpreendido.

Vale ressaltar que isso não é uma indicação de investimento, mas sim, uma ressalva da existência de coisas que podem te trazer mais dinheiro.

Como ações funcionam?

Já as ações são partes de empresas, ou seja, pequenas frações de empresas de “todas” as categorias.

Como você estará comprando uma participação em um empreendimento físico, isso agrega muito aos investidores, já que no caso do Bitcoin, não é algo tangível.

Leia nosso artigo que explica de forma simplificada Como Investir em Ações? Passo a Passo Simples.

Claro que as ações também não são, mas representam participações em empresas.

Teoricamente falando, conforme as empresas vão prosperando, os valores das ações vão aumentando.

Bitcoin ou Ações? Quem traz mais dinheiro?

Dizer que um desses ativos traz mais rentabilidade que o outro é um pouco equivocado. Já que várias questões são levantadas, por exemplo:

  • O período de investimento;
  • O dinheiro investido;
  • Sua estratégia de investimentos;
  • etc.

Do meu ponto de vista, o mais importante é que você diversique, para sempre ter rendimentos de fontes diferentes.

Claro que, a princípio você terá que estudar o mercado e saber os riscos de suas aplicações, para que o mercado não te surpreenda.

Ou seja, a pergunta não é: Bitcoin ou Ações. Estude os 2 e faça aportes no que for melhor para você.

O que você achou?